Google

Nova ameaça usa Twitter para controlar botnets

Esta segunda "modalidade" torna mais difícil identificar as contas da rede de microblogs que estão a ser utilizadas pelos cibercriminosos, alertou a Kaspersky Lab, que identificou a nova ameaça.

Segundo a empresa de segurança, o software está a ser disponibilizado gratuitamente a todo o tipo de hackers, e, embora não se "espalhe" sozinho, quando combinado com outro tipo de ataques ou worms, permite recrutar máquinas para redes de computadores zombies.

Com esta ferramenta, as redes são depois controladas através de contas no Twitter e usadas para as práticas habituais neste tipo de situações, como a distribuição de spam e ataques de DDoS (Distributed Denial of Service), por exemplo.

A empresa alerta ainda para o crescente número de ameaças informáticas a tirar partido do serviço de microblogging, cuja popularidade tem vindo "a captar cada vez mais a atenção dos criadores de malware e dos hackers".

"O roubo de credenciais e a publicação de links maliciosos no Twitter aumentou consideravelmente desde meados de Março, e todos os dias vemos mais e mais projectos desenhados para fazer dinheiro com estes dados", afirma Costin Riau, director da equipa de investigação e análise da Kaspersky, citado no comunicado à imprensa.

Os responsáveis acrescentam ainda que as contas comprometidas do Twitter estão a ser vendidas, em fóruns de hackers russos, a preços que se situam aproximadamente entre os 100 a 200 dólares, consoante a conta tenha mais ou menos seguidores.

0 Response to "Nova ameaça usa Twitter para controlar botnets"